Este ciclo de conferências pretende trazer a S. João da Madeira um conjunto de pensadores, de diferentes áreas do conhecimento e de diferentes latitudes culturais, para refletir sobre o futuro e sobre aqueles que serão os grandes movimentos de mudança e transformação, no tempo que, afinal, é já o nosso. Porque este é um presente que se faz futuro a cada segundo.

O tema central de 2020 será o AMBIENTE, sendo que temos a honra de estar associados à iniciativa “Lisboa: Capital Verde Europeia 2020”. 

 

josé sá fernandes

DATA A ANUNCIAR

José Paixão Moreira de Sá Fernandes nasceu no Príncipe Real, em Lisboa, a 15 de Abril de 1958. Viveu a infância em Alvalade, sendo um de três irmãos. Licenciado em Direito é atualmente vereador da Câmara Municipal de Lisboa com os pelouros do Ambiente, Clima e Energia e Estrutura Verde. 

Em 2020, Lisboa será Capital Verde Europeia, uma importante conquista para a cidade e o reconhecimento da evolução feita na área do ambiente, na última década. Trabalho que tem a assinatura de José Sá Fernandes, um advogado irrequieto e polémico, um homem de lutas e paixões que nunca deixou de ser um ativista.

 

júlia seixas

19 SETEMBRO . 17H

 

Professora na Faculdade de Ciências e Engenharia da Universidade Nova de Lisboa. Coordena o grupo Energia e Clima, incluído no centro de investigação CENSE, dedicado à transição de sistemas energéticos para a neutralidade carbónica e resiliência climática. Membro da Comissão Científica do Programa de Doutoramento em Alterações Climáticas e Políticas de Desenvolvimento Sustentável. Mais de 70 publicações em revistas científicas internacionais. Coordena estudos de suporte a políticas públicas de mitigação climática há mais de 20 anos. Coordena o Climate-KIC Hub Portugal desde 2016. É presidente do Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente desde março de 2017.

 

alexandre quintanilha

31 NOVEmBRO . 17H

Licenciado em Física Teórica em 1968 na Universidade de Witwatersrand, em Joanesburgo, e doutorado em Física do Estado Sólido em 1972, pela mesma universidade.

Trabalhou durante vários anos na Universidade da Califórnia, Berkeley, nos Estados Unidos, onde foi diretor do Centro de Estudos Ambientais, tendo desenvolvido investigação nessa área. Entre 1983 e 1990, foi diretor assistente no Laboratório Nacional Lawrence, secção de Energia e Ambiente, e, entre 1987 e 1990, desempenhou o cargo de diretor do Centro de Estudo de Tecnologia da Biosfera.

Em 1991 foi nomeado diretor do Centro de Citologia Experimental e professor no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), da Universidade do Porto. É professor catedrático do ICBAS, diretor do Centro de Citologia Experimental e coordenador do Instituto de Biologia Molecular e Celular, também no Porto. Presidiu a comités da Fundação Europeia para a Ciência, Comissão Europeia e OECD, bem como de várias organizações de investigação nacionais e internacionais.

Publicou perto de 100 artigos em várias revistas científicas de nível mundial, foi editor e autor de seis volumes em áreas da Biologia e Ambiente, foi consultor redatorial da Enciclopédia de Física Aplicada e escreveu dezenas de artigos e relatórios em livros, revistas e jornais de divulgação, sendo ainda coordenador e autor de vários trabalhos nas áreas da Biologia, do Ambiente e da Física Aplicada. A 17 de Março de 1993 foi feito Grande-Oficial da Antiga, Nobilíssima e Esclarecida Ordem Militar de Sant'Iago da Espada, do Mérito Científico, Literário e Artístico.

Em 2019 recebeu o Doutoramento Honoris Causa pela Universidade de Évora. É deputado na Assembleia da República, onde preside à Comissão de Educação e Ciência e é presidente do conselho científico do Pavilhão do Conhecimento.

 

paulo magalhaes

5 dezembro . 17H

Jurista e investigador do CIJE- Centro de Investigação Jurídico-Económica, da Universidade do Porto, onde se encontra atualmente a realizar um Pos-Doutoramento.  É Licenciado em Direito pela Universidade Católica do Porto, pós-graduado em Direito do Ambiente pela Universidade de Coimbra e doutorado em Ecologia-Humana pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Em 2007, publicou "O Condomínio da Terra: das Alterações Climáticas a uma Nova Conceção Jurídica do Planeta". Em 2016 é Co-editor do SOS Treaty - The Safe Operating Space Treaty: A New Approach to Managing Our Use of the Earth System.  É o Diretor-Geral da Casa Comum da Humanidade, uma Associação Internacional sedeada na Universidade do Porto e que propõe uma nova construção jurídica global baseada nos novos conhecimentos sobre o funcionamento do Sistema Terrestre. Foi co-fundador da Quercus e co-fundador e membro do Conselho Geral da ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável. É membro do Ethics Specialist Group of the IUCN World Commission on Environmental Law e co-fundador da ELGA – Environmental Law and Governance Association. É conselheiro do CNADS - Conselho Nacional de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

 

CASA DA CRIATIVIDADE, PRAÇA 25 DE ABRIL, SÃO JOÃO DA MADEIRA, PORTUGAL